Comprar ou alugar? Ouvimos um especialista sobre a melhor opção

Sonho da maioria dos brasileiros, nem sempre a escolha por financiar a casa própria é a opção mais vantajosa do ponto de vista financeiro. A Conexão AMZ ouviu um especialista e te ajuda a decidir quando comprar ou alugar é o melhor negócio

Anna Peres | Conexão AMZ

Sabe o sonho da casa própria? Pois é, nem sempre correr para realiza-lo pode ser a melhor opção financeira. Segundo especialistas, antes de optar por financiar um imóvel, é bom considerar alguns fatores para não perder dinheiro.

A Conexão AMZ conversou com o agente de investimentos e planejamento financeiro Felipe Fernandes, que atua na Bolsa de Valores de São Paulo, que dá dicas sobre qual a melhor decisão dependendo da relação entre valor do aluguel e da parcela do financiamento e ainda de quanto você tem para investir. 

“A compra de um imóvel financiado é interessante quando o valor da prestação é inferior ao valor do aluguel, por exemplo. Quem optar por um financiamento, deve sempre atentar para os valores agregados – seguros MPI (Morte Invalidez Permanente ), DFI (Danos Físicos os Imóvel), Taxa de Avaliação e TSA (Taxa de Serviço Administrativo) – que mudam conforme o banco. Vale sempre comparar em diferentes bancos”, adianta.

Conexão AMZ | Para quem está em dúvida entre comprar ou alugar um imóvel, qual seria a opção mais vantajosa?
Felipe Fernandes | Antes de decidir comprar um imóvel para moradia, é necessário olhar algumas variáveis, como qual o valor que tenho disponível para comprar, se vou precisar financiar, qual a taxa de juros, qual o valor do aluguel cobrado versus o valor do imóvel, em qual momento de vida estou, se pretendo ter filhos, entre outras questões que podem influenciar esta decisão sob o olhar financeiro.

Conexão AMZ | E em qual dessas variáveis devo optar por um ou por outro de forma vantajosa?
Felipe Fernandes | A compra de um imóvel é interessante quando a pessoa possui um emprego fixo, o valor do imóvel versus o valor do aluguel é superior ao valor que ele conseguiria em uma aplicação conservadora, existe a possibilidade de valorização do imóvel com o passar do tempo, mas, por outro lado, com a compra abrimos mão da liquidez do dinheiro. Já o aluguel de um imóvel residencial é interessante quando o valor da parcela fica abaixo do valor do imóvel e da liquidez do valor que fica aplicado, a desvantagem é que o valor pago não tem retorno. 

Conexão AMZ | O ideal, ao optar pelo aluguel, é sempre ter em mente investir uma parte da renda, que seria gasta com o financiamento, por exemplo?
Felipe Fernandes | É sempre valido investir, pois quem está pagando aluguel pode precisar em algum momento de um valor para pagar o aluguel e não atrasar ou poder decidir comprar um imóvel e, neste caso, ele já possui o valor do imóvel ou uma entrada para um financiamento menor.

Conexão AMZ | Aparentemente poucas pessoas fazem essa opção. O brasileiro ainda é muito conservador com investimentos? Demonstra um certo medo do mercado financeiro?
Felipe Fernandes | O brasileiro ainda é bem conservador com seus investimentos, mas é mais pela falta de informação e cultura de receber uma remuneração alta em investimentos conservadores do que por medo. No Brasil, quando nasce uma criança, temos a cultura de abrir uma poupança para que ela tenha um valor quando crescer. Nos Estados Unidos, eles compram ações, pois vão ganhar com a possível valorização e com a distribuição dos lucros que as empresas realizam. Com a recente queda dos nossos juros e com a facilidade de acesso a informações com a internet, notamos uma pequena mudança nesse comportamento conservador por parte dos brasileiros.

Conexão AMZ