Paulo Anijar

Chef de cozinha contemporânea com experiência em gastronomia francesa, italiana, confeitaria, panificação e gastronomia molecular. Faz dupla societária com a chef Ilca Carmo no Restaurante Santa Chicória, atuando em eventos e consultoria para restaurantes. Utiliza ingredientes regionais com técnicas variadas e aplicáveis às necessidades dos clientes.

Albertina

Restaurante italiano em Pinheiros, faz comida de 'vó' com uma pegada moderna, direta e valor justíssimo

Paulo Anijar

Para mim um bom restaurante não se faz apenas pela comida boa, mas sim pelo local e atendimento. Quando o Chef é absurdamente competente e sangue bom, o lugar realmente merece destaque, e este é o Albertina do Chef Bruno Alves (Instagram @pillbet e @albertinasp).

Como sempre minha ida a Sampa é corrida, e tento visitar todos amigos, e parceiros profissionais, a maioria está trabalhando aí o jeito é se encontrar entre almoços com a mesa perto da cozinha, e almoçar como normalmente todo cozinheiro, de pé e inquieto, rotina comum pra nós.

Logo na entrada tem uma varanda acolhedora, o salão do início até o fundo tem paredes desgastadas, com plantas e cores neutras, a cozinha (pequena e aparente) fica no final do salão, onde conseguimos ver a equipe trabalhando, e com uma bancada pra finalizar os pratos bem na frente dos clientes. Esse estilo de bistrô descolado, mas com o lado rustico italiano, mostra a sua personalidade para a decoração, deixando absurdamente aconchegante. Detalhes simples e bem destacados, como cardápio escrito com máquina de datilografar em prancheta.

Salada executivo (Divulgação)

Vamos ao que interessa: os pratos. Além da oferta de menu executivo por R$ 40,00, opções simples e deliciosas, tendo stinco de porco, cannelloni com cogumelos e outros. Fui no cardápio da casa mesmo. Começando pela entrada com Carne Cruda, uma espécie de steak tartare com poucos ingredientes, picado na faca com alcatra de angus, botarga sobre uma fatia de focaccia. Pra quem gosta de carne mal passada ou crua é perfeito, muito bem temperado, com um sabor cítrico e refrescante. Para prato principal, fui no raviole de rabada, com gremolata de agrião. A massa fresca estava finíssima e bem recheada com rabo bovino, impecável, delicioso e uma abundância de colágeno para hidratar os lábios. Gremolata é um molho italiano levemente cítrico e incorpora muito frescor em pratos gordurosos, como é o caso. Divino! Pra fechar com a sobremesa, fui no clássico tiramisu, mas com uma versão diferente apresentada pelo chef: creme de mascarpone levíssimo e cremoso, biscoito crocantíssimo feito lá mesmo, 3 camadas de cada para sincronizar sabor junto com a textura.

Ao amigo e chef Bruno Alves, vida longa ao Albertina, lugar esplendoroso de pratos assertivos. 

 

Paulo Anijar
.

Desculpe pela interrupção. Detectamos que você possui um bloqueador de anúncios ativo!

Oferecemos notícia e informação de graça, mas produzir conteúdo de qualidade não é.

Os anúncios são uma forma de garantir a receita do portal e o pagamento dos profissionais envolvidos.

Por favor, desative ou remova o bloqueador de anúncios do seu navegador para continuar sua navegação sem interrupções. Obrigado!