Carlos Ferreira

Jornalista, radialista e sociólogo. Começou a carreira em Castanhal (PA), em 1981, e fluiu para Belém no rádio, impresso e televisão, sempre na área esportiva. É autor do livro "Pisando na Bola", obra de irreverências casuais do jornalismo. Ganhador do prêmio Bola de Ouro (2004) pelo destaque no jornalismo esportivo brasileiro.

O retrocesso da Copa Verde já nesta sexta edição

Carlos Ferreira

Copa Verde é retrocesso na sexta edição

A Copa Verde já deu acesso à Copa Sul-Americana. A vaga perdida foi compensada por vaga nas oitavas da Copa do Brasil. Já teve o patrocínio e a ótima cobertura do Esporte Interativo. Agora não há clareza de quem vai transmitir e nem de quando haverá transmissão de TV. Até ontem à tarde, por exemplo, o Paysandu não sabia se o jogo de hoje será transmitido.

As ações ambientais, que deveriam impulsionar a Copa Verde, estão mais tímidas a cada ano. E a CBF ainda deu um golpe na competição ao programá-la para o período mais inoportuno, a ponto de os principais clubes estarem lançando time misto, como Paysandu e Remo, que priorizam a Série C. Temos, enfim, uma triste constatação de retrocesso em apenas seis anos de Copa Verde.

 

No Leão, a horas dos líderes baterem no peito

Aparentemente, Yuri, Marcão, Vinícius e Eduardo Ramos são lideranças no elenco remista. Neto Baiano parece ser mais um. Pelo menos, tem feito um importante discurso de líder encorajador. O fato é que o momento do Leão Azul pede atitude dos líderes. É hora de bater no peito, chamar a responsabilidade e influenciar no psicológico de todo o grupo. Afinal, o jogo contra o Volta Redonda será determinante para o futuro do clube e dos seus profissionais. Seguir na Série C e decidir o acesso é garantia de bonança financeira. Eliminação logo nesta fase é prejuízo para todos.

O Remo teve seus dias de conforto, caiu de rendimento e se encrencou. Agora, se reagir à adversidade, chega muito forte ao “mata mata”. Se não reagir, é porque não teria condições de subir à Série B. O jogo de sexta-feira vai dizer muito sobre isso.

 

BAIXINHAS

* Remo e Paysandu ganham assessoria de Ricardo Rocha para reengenharia da gestão.  O vitorioso ex-jogador, que também já foi técnico, dirigente e comentarista, está em Belém con sua vivência, seus conhecimentos, sua rede de relaxamentos e credibilidade para a dupla Re-Pa. Ontem visitou o Leão e hoje visita o Papão.

* Começa uma promissora parceria destinada à revisão de conceitos e de práticas administrativas, em investida conjunta dos presidentes Ricardo Gluck Paul e Fábio Bentes. No mínimo, é um sinal de disposiçao dos dois clubes para sair do atraso e entrar na modernidade exigida pelo mercado do futebol.

* Ofensas racistas em Erechim tornam-se recorrentes. O que o atacante remista Marcão sofreu no jogo contra o Ypiranga, jogadores do Volta Redonda sofreram no último sábado, chamados de "bando de macacos", em gritos originados da torcida.

* Episódios do tipo têm ocorrido também em Caxias, em jogos do Juventude. E nada de a CBF tomar uma atitude! No Pará os últimos casos ocorreram em 2008 em Castanhal e 2012/2013 em Marabá, dois deles protagonizados pelo preparador físico Wellington Vero. Os três casos terminaram na Delegacia de Polícia.

* Mota e Vinícius, titulares absolutos de Papão e Leão. Quando Hélio dos Anjos decide poupar Mota e escalar Giovanni contra o Nacional, eis que Márcio Fernandes pode ser forçado a trocar o goleiro do Remo.

* Com Vinícius machucado, Thiago deve ganhar oportunidade. Thiago é paranaense, 24 anos, formado pelo Coritiba. Giovanni é paulista, 32 anos, 1,91m, ex-Ponte Preta, Atlético Mineiro e Guarani.

* No jogo Bragantino x Santos/AP, hoje, 15h30, em Bragança, Axel Lopes é centro das atenções. Destaque do time amapaense nas últimas temporadas, o bom goleiro gaúcho, de 27 anos, reencontra o Santos, agora como adversário.

Carlos Ferreira
.

Desculpe pela interrupção. Detectamos que você possui um bloqueador de anúncios ativo!

Oferecemos notícia e informação de graça, mas produzir conteúdo de qualidade não é.

Os anúncios são uma forma de garantir a receita do portal e o pagamento dos profissionais envolvidos.

Por favor, desative ou remova o bloqueador de anúncios do seu navegador para continuar sua navegação sem interrupções. Obrigado!

MAIS LIDAS EM COLUNAS E BLOGS