Último Quarto

Acadêmico cursando o último ano de jornalismo na Pontifícia Universidade Católica de São Paulo (PUC-SP), Danilo Monteiro começou sua trajetória na área esportiva em 2016, em Belém, como repórter e comentarista na Rádio Unama. Atualmente, é estagiário na editoria de esportes do site da revista VEJA e Placar.

LeBron é deposto do trono em um dos maiores palcos da NBA

Defendendo as cores dos Lakers, o ala ficou de fora dos playoffs pela primeira vez em 13 anos

Último Quarto

LeBron James de fato é o maior jogador da NBA da última década, mas seu legado de “Rei”, como é conhecido, sofreu um duro baque nesta temporada. Estreando com a camisa do Los Angeles Lakers, time 16 vezes campeão, o jogador de 34 anos não cumpriu seu objetivo e terminou a temporada fora dos playoffs, depois de 13 anos consecutivos levando suas equipes à fase eliminatória da competição. James, de quebra, pode perder seu recorde de 11 participações seguidas no time ideal da temporada, que conta com os cinco melhores jogadores em cada ano. 

 

O que vimos neste ano foi a deposição de LeBron do trono, pois, mesmo sem ter vencido o prêmio de MVP (jogador mais valioso) nos últimos 5 anos, ele sempre era considerado o melhor do mundo, algo que não é tão unânime neste ano. O curioso é que ele já foi capaz de levar o Cleveland, entre 2006 e 2010, aos playoffs e a equipe, na maioria destas oportunidades, era bem mais limitada do que o atual Lakers.

 

É preciso ressaltar suas incríveis médias de 27,5 pontos, 8,5 rebotes e 8,0 assistências no ano. Ele continua contribuindo – e muito -, por isso é sempre delicado tratar de críticas a ele, mas ninguém é imune a elas. A displicência defensiva de James é o que tem chamado atenção, pelo fato de ele ser um bom defensor, quando quer... outro ponto negativo são as críticas públicas aos seus companheiros, fato criticado por Walt Frazier, lenda do New York Knicks.

 

“Quando você é o Rei, e LeBron é o Rei e o melhor jogador, você não pode ser como um jogador comum. Quando você é o rosto da NBA, você precisa fazer mais parte do seu time. E, agora, ele não parece ligar muito para o time”, disse, após vitória dos Knicks sobre os Lakers, na última semana.

 

 

O fato é que o governo monárquico de LeBron não teve vigência nesta temporada, em um dos maiores palcos da NBA: o Staples Center, ginásio dos Lakers. Talvez estejamos presenciando realmente o fim do reinado de James, que fará 35 anos na próxima temporada e definitivamente entrará na reta final de sua carreira. A questão que fica é se alguém irá lutar pelo trono, ou se James voltará ao seu reinado na próxima temporada, com melhores “aliados” ao seu lado. 

 

Veja lances de LeBron em 2019:

Último Quarto
.

Desculpe pela interrupção. Detectamos que você possui um bloqueador de anúncios ativo!

Oferecemos notícia e informação de graça, mas produzir conteúdo de qualidade não é.

Os anúncios são uma forma de garantir a receita do portal e o pagamento dos profissionais envolvidos.

Por favor, desative ou remova o bloqueador de anúncios do seu navegador para continuar sua navegação sem interrupções. Obrigado!