Último Quarto

Acadêmico cursando o último ano de jornalismo na Pontifícia Universidade Católica de São Paulo (PUC-SP), Danilo Monteiro começou sua trajetória na área esportiva em 2016, em Belém, como repórter e comentarista na Rádio Unama. Atualmente, é estagiário na editoria de esportes do site da revista VEJA e Placar.

Estrangeiros roubaram a cena na NBA

Nunca uma temporada premiou tantos atletas de fora dos Estados Unidos

Danilo Monteiro

O NBA Awards, onde são entregues os prêmios individuais da liga, coroou a temporada de maior sucesso estrangeiro da NBA. Os americanos são potências quase imbatíveis no quesito basquete. O esporte está no DNA de todos, seja da periferia ou do bairro mais rico. Por todo o país há aros e tabelas de basquete espalhados em garagens e parques, algo que não ocorre com tanta frequência em outros países.

Os americanos respiram e dominam o basquete, mas viram sua hegemonia ser posta de lado na temporada 2018/19 da NBA. Logo a NBA, templo onde os melhores jogadores de basquete desfilaram seu talento inigualável. O vencedor da liga, contrariando todas as expectativas, foi do Canadá. O Toronto Raptors superou o Golden State Warriors e faturou o troféu.

Ainda mais surpreendente foi a nacionalidade dos vencedores dos prêmios individuais. O grego Giannis Antetokounmpo foi coroado o MVP da liga, passando James Harden e seus incríveis 36 pontos de média. Na categoria melhor novato, ninguém foi melhor que Luka Doncic, o fenômeno da Eslovênia que dominou a Europa antes de chegar à NBA.

 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 

🏆 @lukadoncic x #KiaROY! #NBAAwards

Uma publicação compartilhada por NBA (@nba) em

O americano Paul George foi superado no prêmio de melhor defensor da liga (DPOY, na sigla em inglês) pelo francês Rudy Gobert, atual bicampeão na categoria. Para finalizar a noite dos estrangeiros, o camaronês Paskal Siakam, campeão com o Toronto Raptors, levou a taça de jogador que mais evoluiu na temporada, deixando o americano D’Angelo Russell, que fez grande ano pelo Brooklyn Nets, para trás.

 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 

🏆 @pskills43 x #KiaMIP! #NBAAwards

Uma publicação compartilhada por NBA (@nba) em

Os Estados Unidos continuam soberanos no basquete, mas outros país continuam evoluindo e podem, em um ano ainda distante, assumir o posto.

 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 

🏆 @rudygobert27 x back-to-back #KiaDPOY! #NBAAwards

Uma publicação compartilhada por NBA (@nba) em

Último Quarto
.

Desculpe pela interrupção. Detectamos que você possui um bloqueador de anúncios ativo!

Oferecemos notícia e informação de graça, mas produzir conteúdo de qualidade não é.

Os anúncios são uma forma de garantir a receita do portal e o pagamento dos profissionais envolvidos.

Por favor, desative ou remova o bloqueador de anúncios do seu navegador para continuar sua navegação sem interrupções. Obrigado!