Voluntários conseguem abrigo para waraos que acampavam no Marco

Venezuelanos que estavam morando em pracinha na avenida Romulo Maiorana foram remanejados na sexta-feira

Redação Integrada

Um grupo da sociedade civil organizada abrigou 24 índios venezuelanos da etnia Warao, que estavam há 12 dias morando numa pracinha localizada na avenida Romulo Maiorana com a travessa Humaitá, no bairro do Marco, em Belém.

O grupo Venezuelanos Belém, formado por 220 voluntários, conseguiu dois quitinetes e está preparando mais dois quitinetes no Conjunto Panorama XXI, no bairro Parque Verde, para abrigar as quatro famílias.

O grupo de voluntários vem prestando auxílio aos indígenas em diversos pontos da cidade (Divulgação)

Entre os indiígenas estão 15 crianças (tres delas com pneumonia), segundo informações do grupo. 

Na sexta-feira, 12, o grupo voluntário desmontou o acampamento e fez a mudança dos índios. Os quitinetes recém-construídos foram cedidos por um dos empresários voluntários do grupo. A voluntária Sofia Paz explica que o dono dos quitinetes forneceu também botijão de gás, geladeira e colchonetes, enquanto o grupo comprou fogão.

"A Funpapa forneceu o transporte para a mudança e parte dos alimentos. Na praça, eles não tinham onde cozinhar e nem banheiro. Os dois quitinetes não são suficientes para as quatro famílias. Vamos conseguir resolver quando os dois outros quitinetes ficarem prontos", disse Sofia.
O grupo mantém três abrigos para os Warao.

O acampamento improvisado foi desinstalado na última sexta-feira (12) (Divulgação)

Os outros dois ficam localizados num imóvel cedido em Ananindeua e em uma casa alugada na travessa Apinagés, no centro de Belém. O custo mensal desses abrigos chega a R$ 8 mil, incluindo aluguel, água, luz e alimentação.
 

 

Belém
.

Desculpe pela interrupção. Detectamos que você possui um bloqueador de anúncios ativo!

Oferecemos notícia e informação de graça, mas produzir conteúdo de qualidade não é.

Os anúncios são uma forma de garantir a receita do portal e o pagamento dos profissionais envolvidos.

Por favor, desative ou remova o bloqueador de anúncios do seu navegador para continuar sua navegação sem interrupções. Obrigado!