Taxista infarta e morre dentro de carro, em frente à Prefeitura de Belém

A suspeita é que o homem de 68 anos tenha passado mal e evoluído a óbito na noite de terça-feira (13). Seu corpo só foi encontrado nesta manhã.

Redação integrada

Um taxista morreu na manhã desta quarta-feira, 13, após sofrer um infarto fulminante dentro do seu carro, que estava estacionado em um ponto da Praça Dom Pedro II, em frente à Prefeitura de Belém, no bairro da Cidade Velha. Ele foi identificado como José Maria Duarte de Farias e tinha 68 anos. 

De acordo com informações de testemunhas oculares, taxistas que trabalham na área estranharam o carro, que não pertence ao ponto, parado no local por tanto tempo. Por conta da película escura do veículo, não foi possível identificar, em primeiro momento, que o homem estava descordado. Após algum tempo, o grupo conseguiu visualizar a situação do motorista e, imediatamente, acionou a Polícia Militar (PM).

Muitos curiosos já se aglomeram na área (Cristiano Nascimento)

Assim que chegaram ao local, viaturas da PM isolaram a área e chamaram o Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu) para constatar o óbito. A Polícia Civil também esteve no local. Médicos do serviço confirmaram o falecimento do taxista, em decorrência de um infarto.

Como o carro estava mal estacionado, a suspeita é que o idoso tenha se sentido mal na noite da última terça-feira, 12, quando ainda estava de serviço. Segundo os PMs, ele deve ter tentado estacionar, mas acabou infartando antes mesmo de concluir a manobra. 

O Instituto Médico Legal (IML) foi acionado e a equipe de perícia do Centro de Perícias Científicas Renato Chaves (CPCRC) esteve no local. De acordo com a equipe, formada pelas peritas Gilvanda, Bianca e Josylenne, nenhum sinal de violência foi encontrado na vítima, fator que representa mais um indicativo da morte por causas naturais.

 

Belém