Matrículas do Cursinho Pré-Vestibular Municipal de Belém estão abertas

São 1.200 aprovados. Inscrição vai até sexta-feira (15). Confira a documentação necessária.

Victor Furtado, com informações de Karla Pereira (Agência Belém)

As matrículas do Cursinho Municipal de Belém estão abertas. Os 1.200 alunos aprovados no processo seletivo têm até a sexta-feira (15), de 8 às 18h, para efetuar o procedimento. É na própria unidade, na avenida Alcindo Cacela, 2144. Os estudantes devem apresentar a documentação exigida no ato da inscrição. As aulas começam no próximo dia 19, nos turnos da manhã, tarde e noite.

Neste ano começam as novas turmas preparatórias para cursos militares: Escola Preparatória de Cadetes do Exército (EsPCEx), o Instituto Tecnológico Aeroespacial (ITA), a Escola Naval (EN), o Centro de Instrução Almirante Brás de Aguiar (Ciaba) e o Instituto Militar de Engenharia (IME). Há ainda uma turma específica para Medicina.

São 1.080 vagas regulares para as turmas comuns, 60 vagas para a turma de Medicina e 60 vagas para a turma militar. Há 480 vagas de cadastro de reserva para as turmas comuns, 180 para Medicina e 180 para as militares. A média de aprovação do Cursinho Municipal de Belém é de 70%.

Foram mais de 10 mil inscritos no processo seletivo, que teve a lista dos aprovados divulgada na segunda-feira (11). Clique aqui para acessar a lista com todos os aprovados.

 

Documentos para a matrícula

Para a matrícula, serão necessários: documento oficial com foto, CPF, comprovante de residência de até os três últimos meses, comprovante de renda (ou declaração de próprio punho), duas fotos 3x4 recentes, termo de compromisso (do edital) e termo de autorização de uso de imagem (também presente no edital).

Clique aqui para acessar o edital e baixar os termos.

Ainda quanto à documentação, são necessários os boletins escolares, boletins do Enem (caso haja) ou do Exame Nacional para Certificação de Competências de Jovens e Adultos (ENCCEJA, caso haja).

Candidatos que estiverem desempregados devem apresentar: cópia da carteira de trabalho, com identificação e data de demissão, termo de rescisão de contrato de trabalho, ou declaração de próprio punho, sob as penas da lei, de que não exerce atividade remunerada.

 

Há dez vezes mais inscritos que há quatro anos

“Todo ano a gente vive algo novo. São novos alunos, novas esperanças, mas este ano a gente tem as turmas especiais. Então, é uma ansiedade redobrada para fazer o melhor por estes alunos”, destacou o coordenador do Cursinho, professor Henderson Monteiro, o "Professor Branco".

Na criação do cursinho, em 2015, foram pouco mais de 1.200 inscritos no processo seletivo. “Isso é histórico para a nossa cidade. São milhares de pessoas tentando a primeira conquista antes do vestibular em si, que é ingressar neste local, onde a gestão municipal oferece o melhor do ensino, com o auxílio de pessoas gabaritadas para exercer essa função de professor”, disse Branco.

Atualmente há 54 professores no quadro de educadores. Outra novidade são os Coordenadores de Área de Conhecimento (CAC), com foco no perfil das provas do Enem. Há CACs das áreas de Ciências Humanas, Ciências da Natureza, Linguagens e Códigos e Matemática.

O cursinho é um projeto da Prefeitura de Belém, mantido pela Secretaria Municipal de Educação (Semec), que atende alunos que estudaram na rede pública de ensino e bolsistas na rede particular que desejam se preparar para o vestibular.

Mais Informações pelo telefone (91) 3075-1800 ou no site oficial do cursinho.

Belém