Cosanpa faz a recomposição do asfalto de ruas de Belém que passaram por obras

Por semana, cerca de 20 toneladas de asfalto são utilizados para executar a recomposição

Redação Integrada

Uma das etapas da obra de substituição de redes da Companhia de Saneamento do Pará (Cosanpa) é a recomposição dos trechos que receberam intervenções nas redes de distribuição de água. Esse tipo de serviço é feito de forma provisória ou definitiva conforme cada caso requer. A recomposição é uma etapa sequencial da obra que já consta no cronograma feito em 2019, antes do início dos trabalhos.

“As recomposições provisórias são aplicadas em locais onde a Cosanpa ainda não concluiu todas as etapas da obra naquele trecho. No momento que fazemos a implantação da rede em PEAD, por método não-destrutivo, é preciso fazer a união das redes, sejam de duas redes novas, ou de uma rede PEAD com a rede já existente; essa junção chamamos de ponto de interligação. Em ambos os casos, fazemos recomposição provisória após a implantação das redes, que é a primeira etapa da obra”, explicou a engenheira responsável pela obra, Tatiana Costa.

As etapas da obra são: escavação para implantação da rede; execução das soldas de eletrofusão para conectar os trechos implantados; e as interligações das redes. Após esse processo é feita a recomposição definitiva dos pontos.

“No momento em que fazemos as conexões através das soldas e as interligações de rede, aquele trecho fica liberado para recomposição definitiva. Se o buraco para implantação da rede foi feito na calçada, será aplicado o concreto para recomposição definitiva, se for em uma via de trânsito será feito o asfalto. A recomposição provisória pode ser aplicada em todas as etapas, como forma de medida de segurança, seja na calçada ou na via de trânsito. As recomposições definitivas são aplicadas conforme previsto no cronograma para aquele ponto”, completou a engenheira da Cosanpa.

A obra de substituição de redes visa trocar a rede de cimento amianto por Polietileno de Alta Densidade (PEAD), material mais resistente e eficiente. Por semana, cerca de 20 toneladas de asfalto são utilizados para executar a recomposição. Três vezes por semana, a empresa contratada pela Cosanpa faz as devidas recomposições.

Pontos - Na quarta-feira (29), foram feitas recomposições asfálticas em várias vias que passaram pela etapa da interligação de rede na última terça-feira (28), como: avenida Governador José Malcher, avenida José Bonifácio, travessa Barão do Triunfo, avenida João Paulo II, avenida Ceará, rua Boaventura da Silva, avenida Visconde de Souza Franco, rua Municipalidade, rua Jerônimo Pimentel, travessa Dom Romualdo Coelho, travessa Antônio Baena, travessa Curuzu, passagem Independência, travessa Soares Carneiro e travessa das Mercedes.

Nesta quinta-feira (30), estão programadas as recomposições de calçadas nos seguintes trechos: travessa das Mercedes com a avenida Rômulo Maiorana, travessa Antônio Baena com a Almirante Barroso, travessa Curuzu com a avenida Rômulo Maiorana, travessa das Mercedes com avenida José Bonifácio e travessa Antônio Baena com a avenida Rômulo Maiorana.

A obra de substituição de redes teve início no segundo semestre de 2019, e vai contemplar mais de 20 bairros de Belém, com a troca de cerca de 180km de rede. Um investimento de R$ 250 milhões que vai beneficiar mais de 800 mil habitantes da capital. A previsão de conclusão total da obra é para 2021.

Belém
.

Desculpe pela interrupção. Detectamos que você possui um bloqueador de anúncios ativo!

Oferecemos notícia e informação de graça, mas produzir conteúdo de qualidade não é.

Os anúncios são uma forma de garantir a receita do portal e o pagamento dos profissionais envolvidos.

Por favor, desative ou remova o bloqueador de anúncios do seu navegador para continuar sua navegação sem interrupções. Obrigado!

ÚLTIMAS EM BELÉM

MAIS LIDAS EM BELÉM