Polícia desarticula esquema de furtos e falsificação

A Policia Civil prendeu Frank William Pereira e Francisco Nilton Bezerra na manhã desta quarta-feira (30)

Redação Integrada

A Polícia Civil do Pará apresentou nesta quarta-feira (30), na sede da Divisão de Repressão ao Crime Organizado (DRCO), os presos Frank William Pereira Pacheco e Francisco Nilton Bezerra Farias Júnior, conhecido como “Diabão”, envolvidos em um esquema criminoso que inclui furtos, receptação, falsificação de documentos públicos, uso de documentos falsos, estelionato e associação criminosa.

A cadeia criminosa inicia-se com a locação de veículos de alto padrão junto a empresas especializadas localizadas em diversos Estados, os quais são enviados para Belém, onde são transferidos para pessoas físicas por meio de documentos falsos, sendo vendidos posteriormente para terceiros de boa-fé.

As investigações concluíram que o indiciado Frank William era o responsável pela falsificação dos documentos usados pela quadrilha, sendo considerado um dos maiores falsários do Pará. Quanto a Diabão, apurou-se que mantinha esses veículos na empresa Transmare, de propriedade de sua família, enquanto promovia a venda dos veículos. Também foram indiciados por associação criminosa, receptação e outros crimes, os suspeitos Luís Roberto Ferreira de Paiva, Diogo Luís Nathan Mendes Marques e Eduardo dos Santos Reis. Contra este último, recai um mandado de prisão temporária. Ele está foragido.

As prisões foram realizadas por policiais civis da Delegacia de Repressão a Roubos e Furtos de Veículos Automotores (DRFVA), em continuidade à operação “Quatro Rodas”, deflagrada no final do ano passado, quando foi dado cumprimento a mandados de busca e apreensão, prisão temporária e preventiva, relativas ao inquérito em tela e outros. As ordens de prisão preventiva foram expedidas pelo Juízo da Vara de Inquéritos e Medidas Cautelares de Belém.

Amazônia