Ricardo Tomaz

Oratória e Comunicação Eficaz

Formação em Gestão de Recursos Humanos e Comunicação Social. Ator há 17 anos, palestrante, instrutor corporativo, mestre de cerimônias e Terapeuta holístico vibracional. Atua no ambiente corporativo utilizando ferramentas, como a Arte, que facilitam a aprendizagem, a criatividade, a comunicação e impulsionam equipes.

Demóstenes – O Grande Orador

Antes, os entraves que o impediam de seguir sua vocação eram: gagueira, voz baixa e vício de levantar um dos ombros enquanto falava

Ricardo Tomaz

"Os grandes sucessos dependem de incidentes pequenos" (Demóstenes, 384 a.C. – 322 a.C)

Demóstenes era um grande orador da Grécia antiga, nascido em Atenas. Ele tinha um grande poder político na época e contribuiu para o crescimento da Oratória que era um valor relevante e forte na cultura grega em meados do século IV a.C. O sonho de estar entre os grandes oradores de seu tempo fizeram Demostenes superar muitas dificuldades que atrapalhavam sua performance perante o público.

Desde muito cedo, apresentava grande inteligência a ponto de trabalhar como logógrafo, que consiste em escrever os discursos para terceiros, porém nos julgamentos criava tanto os de defesa quanto os de acusação. Mas seu sonho permanecia e o objetivo era se tornar um orador como o grande Calístrato.

Os entraves que impediam Demóstenes de seguir eram a gagueira, a voz baixa e um vício de levantar um dos ombros enquanto falava. Porém com muita determinação e um processo de evolução continuada baseado no treinamento e em inúmeros exercícios lançou-se a praticar.

Demóstenes criou seu próprio método, como por exemplo para trabalhar o volume de voz fazia várias caminhadas pela praia e falava ao ponto de sobrepor o bramido das ondas e aproveitava para colocar pedrinhas na boca e exercitar sua dicção articulando as palavras.

O vício do ombro foi bem mais doloroso e persistente, de frente para o espelho ergueu uma espada e virou a ponta em direção ao ombro que levantava e ao falar exercitava sua oratória sendo ferido pela lâmina toda vez que fazia o movimento involuntário.

A maior curiosidade na história de Demóstenes foi que como era muito requisitado para escrever os discursos isso atrapalhava o treinamento constante em busca da excelência. Mediante a esta situação decidiu raspar metade do cabelo e da barba impedindo de aparecer em público e assim aproveitava para voltar aos exercícios.

Logo Demóstenes realizou seu sonho e se tornou um dos maiores oradores da nossa história e considerado o maior da antiguidade, pois agregava além da oratória a honra e a ética.

Ricardo Tomaz
.

Desculpe pela interrupção. Detectamos que você possui um bloqueador de anúncios ativo!

Oferecemos notícia e informação de graça, mas produzir conteúdo de qualidade não é.

Os anúncios são uma forma de garantir a receita do portal e o pagamento dos profissionais envolvidos.

Por favor, desative ou remova o bloqueador de anúncios do seu navegador para continuar sua navegação sem interrupções. Obrigado!